Terça-feira, 23 de Outubro de 2018

Buscar  
Brasil

Publicada em 17/07/18 às 13:10h - 36 visualizações
O RACISMO É COMO UM PRESENTE QUE NÃO RECEBO

Rádio Voz da Querencia


 (Foto: Rádio Voz da Querencia)

O RACISMO É COMO UM PRESENTE QUE NÃO RECEBO

Durante a 34ª Feira do Livro de Canoas encontramos o escritor nigeriano Ikechukwu Sunday Nkeechi (Sunny), que conheceu o Brasil em 1996 e residi já há 15 anos em nosso pais, que nos contou um pouco da sua história de vida.
“A nossa história continua sendo escrita, é por isso que comecei a escrever, para ter personagens negros”. Sunny autografou duas de suas obras (Ulomma e Contos da Lua) de uma série de cinco livros publicados, todos de literatura infanto-juvenil.
Continuou Sunny: “Onde nossos filhos, netos e nossas crianças possam se ver dentro do livro. Como que uma criança que nunca se viu dentro de um livro didático pode ver o dia do negro, vão mostrar pra eles como os seus antigos foram chicoteados e amarrados num tronco, ela vai dizer que não é negra, por isso que muitas crianças rejeitam, e quando uma pessoa começa a se rejeitar não é coisa boa, porque você só pode devolver o que você tem de sobra, o amor, se uma pessoas nunca se ama , nunca se amou como vai produzir amor. Se uma pessoa nunca se orgulhou de sua descendência, como vai ter orgulho de ficar na frente de outra pessoa, isso nos afeta”.
Perguntado sobre o racismo, Sunny respondeu: “O racismo é como um presente que eu não recebo, se você trás um presente pra mim e eu não quero você leva seu presente de volta. Se alguém vem com racismo contra mim é extremismo, então fica na conta da pessoa, ela está errada, eu não aceito, porque tem pessoas mal esclarecidas, o meu dever é mostrar a estas pessoas quem eu sou, uma pessoa preconceituosa é um conceito pré concebido antes de me conhecer, eu tenho que mostrar a esta pessoa bom, o melhor, o agradável que está em mim, e tenho certeza que esta pessoa vai me amar depois de me conhecer, vou fazer de tudo pra esta pessoa me conheça, mesmo quando ela está virando a cara eu digo, oi estou aqui, percebeu estou aqui, assim eu luto contra o racismo, leitores, oi estou aqui.




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Chat dos Ouvintes

Digite seu NOME:


Estatísticas
Visitas: 82050 Usuários Online: 2


051 91385762

Hora Certa
Publicidade Lateral
Redes Sociais




  • Bajes Nunes
    Cidade: Alegrete-RS
    Música: Encontro dos Porcinos
  • Bajes Nunes
    Cidade: Alegrete-RS
    Música: Trote do Alazão
  • Bajes Nunes
    Cidade: Alegrete-RS
    Música: Poesia A misteriosa morena da Sofia
  • CLaudio cardoso
    Cidade: canoas centro
    Música: batendo agua
  • EDUARDO SILVA DA SILVA
    Cidade: CANOAS
    Música: SONHO EM FLOR
  • Anahy Guedes
    Cidade: São luiz gonzaga
    Música: Nego Betão com Jorge Guedes & Família
No Ar


Nenhuma programação cadastrada
para esse horário




Fan Page

Fotos da Cidade
PROMOÇÕES

Nenhum registro encontrado.



Parceiros

Copyright (c) 2018 - Rádio Voz da Querencia - Todos os direitos reservados