Sábado, 18 de Novembro de 2017

Buscar  
Brasil

Publicada em 17/08/17 as 00:11h - 80 visualizações
UM GRANDE ESPETÁCULO MERECE UM GRANDE PALCO
A 40º Expointer foi lançada no teatro São Pedro.

Rádio Voz da Querencia


 (Foto: Rádio Voz da Querencia)

UM GRANDE ESPETÁCULO MERECE UM GRANDE PALCO

A 40º Expointer foi lançada no teatro São Pedro.

A 40ª Expointer (a maior feira agropecuária em céu aberto da América Latina) foi lançada com toda a pompa e circunstância no dia 10 (quinta feira) nas suntuosas instalações do Teatro São Pedro.

 A palavra de ordem entre os discursos foi a retomada, o empreendedorismo do gaúcho, mas com os pés no chão e olhando o panorama da economia brasileira, presentes nas palavras do Governador do Estado do Rio Grande do Sul Ivo Sartori como nas do Secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação Ernani Polo.

Na abertura do discurso do Secretário Ernani Polo, citou Charles Darvin: "Não é o mais forte que sobrevive e nem o mais inteligente, mas sim o melhor que se adapta as mudanças". Polo ainda enfatizou o momento financeiro do estado do Rio Grande do Sul, "Pelo cenário  que estamos vivendo, se conseguirmos repetir o volume de negócios, já é um bom resultado é claro que a gente sempre busca mais, o desejo é esse, se analizar-mos  as feiras que já aconteceram este ano, verifica-se uma pequena recuperação.

Em seu discurso, o governador José Ivo Sartori cita Jorge Hebert, " A qualidade não é um acaso, resulta da intenção, do esforço e da competência e acima de tudo o trabalho de todos". E referiu-se ao gaúcho como povo empreendedor: "O gaúcho sempre foi exemplo o para o país, inclusive com seus imigrantes que se deslocaram para todos os lugares do Brasil, notadamente nos estados do sul, depois para o centro-oeste e hoje para o nordeste e para o norte, ampliando as fronteiras agrícolas e abrindo caminhos naquilo que nossos imigrantes sempre tiveram que era justamente a esperança e fé. A esperança em melhores dias e a fé que era religiosidade, mas também a luta e acreditar no trabalho.

Para encerrar, Sartori conclui: "Pra quem foi colono, quem nasceu lá na colônia e viveu no interior, muitas vezes quem produzia era gozado, era brincado, hoje o agro, a produção agrícola representa a sustentação de toda a economia do Rio Grande do Sul e de nosso país. Completou o governador.

O evento teve uma participação artística de qualidade, iniciou com a apresentação de Jair Kobe, "O Guri de Uruguaiana", a participação da Orquestra de Câmara do Teatro São Pedro, a Opera Gaúcha (Elton Saldanha, Daniel Torres e Erlon Péricles e encerrou com o corpo de baile adulto do CTG Rancho da Saudade de Cachoeirinha.

Outro ponto forte do lançamento da 40ª Expointer foi a afirmação da integração do gaúcho povoeiro com o campeiro, tanto nos vídeos institucionais aos discursos, acompanhem:

Para Eduardo Finco presidente da FEBRAC (Federação Brasileira de Criadores de Animais de Raça): "Um dos símbolos de nosso estado, um evento com raízes profundas no nosso povo. A Expointer está no nosso sangue, nessa quadragésima edição mostra quanto nós gaúchos temos raízes neste evento. Raízes sólidas, raízes que vem sendo irrigadas ano a ano, raízes que se propaga por gerações.

Já Vergilio Perius, Presidente da OCERGS (Organização das Cooperativas do Estado do Rio Grande do Sul): "Universidade do saber do campo, onde produtores trazem o que de melhor fazem no campo do agronegócio, onde as máquinas agrícolas e os implementos trazem as novidades. A um encontro entre a oferta e a procura, juntamente com a grande população urbana da grande Porto Alegre.

E na visão de Gedeão Pereira vice-presidente da FARSUL (Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul): "Uma oportunidade que temos do campo casar-se com a cidade, mostrar ao povo urbano o que o agronegócio vem fazendo neste país continental chamado Brasil.

Para finalizar o Secretário de Agricultura, Pecuária e Irrigação Ernani Polo lembra: "Uma verdadeira integração do campo na cidade, muitas pessoas que moram na região metropolitana  levam os seus filhos, para relembrar o passado, reencontrar suas origens e mostrar aos seus filhos. Talvez se não fosse a Expointer, não teriam oportunidade de conhecer. É um elo fundamental para o reconhecimento e a valorização da nossa história que tem raízes campeiras. Por isso que na Expointer, as pessoas reencontram seu passado e suas origens.

 

Jose Luis Biulchi de Souza

Jornalista/Repórter Fotográfico

(MTB/RS 14009 - ARFOC 603)

Editora Minha Querência

(51) 991385762

Sérgio Coutinho

Repórter Fotográfico

(ARFOC 858)

 




Deixe seu comentário!

ATENÇÃO: Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Chat dos Ouvintes

Digite seu NOME:


Estatísticas
Visitas: 51974 Usuários Online: 6


051 91385762

Hora Certa
Publicidade Lateral
Redes Sociais




  • Margarete Biulchi Biasiz
    Cidade: Canoas Rs
    Música: Eu sou do sul com os Serranos.
  • tiago santos da silva
    Cidade: porto alegre
    Música: do time da bombacha-tiago silva
  • Simone
    Cidade: CANOAS
    Música: Diário de um Fronteiriço - Grupo Quero-Quero
  • Marco
    Cidade: Canoas
    Música: Batendo Água
  • Rogerio Fritsch
    Cidade: Porto Alegre
    Música: Wilson Paim - Um Pito
  • rodolfo pacheco
    Cidade: canoas
    Música: querencia amada
No Ar
BRASIL REGIONAL com Sérgio Coutinho
Fan Page

Fotos da Cidade
PROMOÇÕES

Nenhum registro encontrado.



Parceiros

Copyright (c) 2017 - Rádio Voz da Querencia - Todos os direitos reservados